Ação Social

Cuidado: Mais acidentes nos meses de Férias

De acordo com a AES Eletropaulo, de janeiro a maio do ano passado, três pessoas morreram e quatro ficaram feridas em acidentes com pipas que se enroscam na rede elétrica. Em 2006 foram registradas quatro mortes. Os meses de férias escolares registram o maior número de acidentes, e as ocorrências causadas por pipas crescem de 500 para 3.400.

Durante os meses de férias, uma das brincadeiras preferidas das crianças é empinar pipa. Entretanto, o que deveria ser diversão pode ter efeito contrário, se os pais não orientarem seus filhos sobre o local em que podem empinar pipas. Para que a criança tenha segurança é importante que a brincadeira aconteça em lugares abertos e sem rede elétrica por perto, como parques, praias, campos de futebol e áreas mais afastadas dos centros urbanos.

Se enroscadas em postes, transformadores e cabos elétricos, as pipas provocam curtos-circuitos e acionamento de chaves e disjuntores para proteção de equipamentos instalados na rede elétrica, com a conseqüente interrupção de eletricidade.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo (Stieesp) e da Federação dos Empregados nas Empresas de Geração, Transmissão e Distribuição de Eletricidade no Estado de São Paulo (Federaluz) e vice-presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Antonio Carlos dos Reis "Salim", é importante que os pais tenham essa preocupação em relação à segurança das crianças e que eles expliquem o quanto é perigoso ter contato com a rede elétrica. As crianças precisam ter noção do risco que correm, pois, mesmo que os pais não estejam por perto, elas terão receio do perigo e, assim, conseguiremos diminuir o número de acidente por descarga elétrica.

Linha com cerol é outro item que precisa ser eliminado da brincadeira. Em contato com os cabos elétricos, o cerol (mistura de vidro, cola e outros ingredientes), pode provocar curto-circuito e descarga elétrica. A linha também pode romper o fio elétrico e, dessa forma, provocar o corte de eletricidade, além da grande possibilidade de o fio atingir alguma pessoa, gerando um acidente de conseqüências trágicas.

Dicas importantes:
- Soltar pipa apenas em locais afastados da rede elétrica;

- Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, eles são como condutoras de energia e podem causar choques fatais;

- Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-las;

- Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o cerol costuma cortar os fios de alta e baixa tensão;

- Não jogue objetos na rede de energia elétrica, como arames, correntes e cabos de aço;

- Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente;

- Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte;

- Preferira pipas que não precisam de rabiola;

- Não suba em telhados, lajes, postes ou torres para recuperar pipas;

- Caso presencie um acidente desse tipo, para separar a vítima do condutor de energia use objetos de borracha ou madeira, evitando os de metal ou que estejam molhados
Fonte: Assessoria Foto: Divulgação Data: Janeiro 2008